recebemos todos os cartôes de crédito

recebemos todos os cartôes de crédito

29 janeiro, 2015

CEMITÉRIO DE CANOAS: Açude que abastecia Currais Novos está totalmente seco; uma paisagem angustiante

Canoas que eram utilizadas para a pesca estão abandonadas.
Construído no início da década de 80, e com uma capacidade de 10.321.600 m³ de água, o Açude Público Dourado – um dos responsáveis pelo abastecimento de Currais Novos – que tinha na época uma profundidade de 13,70m, hoje se encontra totalmente seco, e o pior, aterrado devido ao assoreamento causado pelo Rio São Bento.

Numa visita rápida ao reservatório na tarde desta quarta-feira (28), encontrei um cenário de “extinção, desolação, dor e tristeza”. Várias canoas que eram usadas por famílias que viviam da pesca, hoje estão encalhadas na lama rachada; carcaças de pequenos peixes que morreram por falta de água, recepcionam as poucas pessoas que lá vão para ver de perto a “revolta da natureza”.

A única esperança dos curraisnovenses é a chuva, haja vista que o Gargalheiras (reservatório que ainda abastece Currais Novos e Acari) encontra-se com menos de 3% de sua capacidade hídrica. Outra perspectiva que a população tinha era a capitação de água da barragem Armando Ribeiro Gonsalves, em Assú, através da construção de uma adutora de engate rápido, que tanto foi prometida nas eleições do ano passado, mas ainda está no papel, e se sair, será apenas em 2016.